Sábado, 19 Agosto 2017 | Login
João Barbosa, em entrevista, mostra números da queda na arrecadação. João Barbosa, em entrevista, mostra números da queda na arrecadação.

Prefeitura de Piracanjuba anuncia corte nos gastos e exonera secretários Destaque

Prefeitura de Piracanjuba anuncia corte nos gastos e exonera secretários

Paulo Vitor Costa

A Prefeitura de Piracanjuba anunciou cortes nas despesas com funcionalismo público municipal. A medida integra o pacote de racionalização e otimização de gastos com pessoal e custeio da máquina pública. O prefeito João Barbosa (PMDB), iniciou ajustes na administração em face da crise que assola o país. Assumindo uma prefeitura com dificuldades, e quedas no repasse de recurso, João afirmou que deverá tomar medidas emergenciais.

Dentre as ações, estão mudanças em cinco secretarias. As secretarias de Finanças que era chefiada por Santiago Graciano e Administração, por Rodrigo Amorim, passarão a ser comandada pelo atual vice-prefeito, André Machado, numa incorporação entre as duas pastas. A secretaria de Indústria e Comércio, que tinha como secretário Nilson Barbosa, será incorporada a outra secretaria que ainda não foi divulgada. E a secretaria Executiva dirigida por, Osmar Machado, deixará de existir. Gláucia Maria que ocupava até então o cargo como secretária municipal de educação pediu para deixar a função. E Ricardo Moraes que ocupava a chefia de Gabinete, também não faz mais parte do governo de João Barbosa. Cerca de outros 50 funcionários foram exonerados. O anúncio foi feito durante sessão na Câmara de vereadores, nesta segunda-feira (3). O corte em massa teve como objetivo reduzir os custos com a folha de pagamento do município.

De acordo com João, o objetivo da economia é garantir o funcionamento, principalmente, de três prioridades para o seu primeiro mandato: "pagar o servidor em dia; garantia de manter os serviços essenciais, principalmente saúde e educação com qualidade; manter o mesmo patamar de investimento dos últimos anos".

Até a publicação dessa reportagem, a produção não conseguiu contato com os secretários citados na matéria. Contudo, reitera o espaço para informações, comentários e declarações.

Redução

Um levantamento feito pelo jornal O Piracan, em parceria com o PortalPba, mostrou que em maio de 2016, a prefeitura de Piracanjuba obteve uma arrecadação de R$ 6.381.921,34. Cerca de um ano depois, ao final de fevereiro de 2017 foram registrados R$ 3.777.395,17 de arrecadação. “Todo gestor encontra dificuldades no início da gestão. Pegamos uma prefeitura no azul, com cerca de 1,5 milhão em conta, sendo R$ 843 mil na conta da prefeitura, R$ 413 mil na conta da educação e R$ 245 mil na saúde, além de vários projetos já encaminhados. Porém, em valores reais, perdemos do último ano até agora em torno de 50% de arrecadação do FPM(Fundo de Participação dos Municípios)e ICMS(Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços)”, destacou João.

O prefeito defendeu durante a sessão a crise nos repasses financeiros e disse que a medida trará mais economia para o município. João destacou ainda que vai continuar cumprindo os compromissos e obrigações da Prefeitura.

Ler 47930 vezes

Autor

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.